Revistas Magazine de FC

Revista Magazine de Ficção Científica nº 2

Este é o primeiro post de um projeto ambicioso: digitalizar e transformar em ebook toda a coleção de revistas Magazine de FC.

Editada pelo escritor de FC Jeronymo Monteiro, a revista Magazine de Ficção Científica, da editora Revista do Globo, foi a versão brasileira da Fantasy & Science Fiction norte-americana. Como diretor de redação da revista, Monteiro selecionava os contos a serem traduzidos e também atuou como incentivador da produção nacional: apresentava a cada número um autor brasileiro de FC, o que foi uma atitude corajosa, além de grande inovação para a época.

A revista contou com 20 edições, começou em abril de 1970 e foi encerrada em novembro de 1971. Derivadas da coleção, surgiram também três livros de coletânea com os melhores contos.

A publicação foi um marco para a FC no Brasil, ajudando a promover o gênero e também formando toda uma nova geração de escritores, estimulados com as histórias de célebres autores norte-americanos, mas principalmente com os contos nacionais de seus compatriotas.

A edição original de 1970 e o novo E-book com a capa restaurada.

Um trecho do Editorial do primeiro número mostra o entusiasmo envolvendo o lançamento da Revista:

“Este primeiro número do MAGAZINE DE FICÇÃO CIENTÍFICA surge num momento muito feliz, quando o leitor brasileiro começa a descobrir esse gênero literário, o mais moderno e, pensamos o mais amplo que já se criou na literatura universal, por suas possibilidades infinitas de movimento no espaço e no tempo. Um gênero que liberta a imaginação das peias da velha pragmática e permite-lhe os vôos mais arrojados, ligados, apenas, às possibilidades oferecidas pelas conquistas e pesquisas técnicas e científicas – tão extraordinariàmente avançadas em nosso dias. (…)

Jeronymo Monteiro, 1970.
Jeronymo Monteiro, Escritor de FC e Editor da Magazine de Ficção CIentífica

Resenha da Magazine de FC nº 2


VOLTA À TERRA | Fritz Leiber

Um humano acorda desorientado em um planeta inóspito e devastado, mas logo descobre que não está sozinho. Esse conto é pura nostalgia e remete à era de ouro da FC, com uma aventura espacial de imagens extravagantes, estranhas e também belas. É extremamente simples, mas demonstra a capacidade do gênero em criar mundos e situações que atiçam a imaginação.

VITANULS | John Brunner

Acompanhamos o jovem médico norte-americano Barry Chance, enviado da Organização Mundial de Saúde, em sua missão de estudar as condições hospitalares na Índia que — mesmo no futuro — não aderiu completamente aos avanços tecnológicos e mantêm viva suas tradições. A história de Brunner me lembrou o célebre conto “Os nove trilhões de nomes de Deus”, de Arthur C. Clarke. Temos o mesmo embate entre o mundo regido pela razão e a ciência contra o misticismo da fé do homem. 

O MISTÉRIO DE STONEHENGE | Harry Harrison

Dois cientistas, um inglês e um norte-americana, investigam as estruturas megalíticas de Stonehenge (Reino Unido), pedras de mais 5 metros de altura e com cerca de 50 toneladas cada, dispostas em círculo. Os misteriosos construtores desse monumento e os motivos de sua criação são os enigmas que os cientistas da história querem desvendar. Um conto intrigante que confronta o futuro com um passado remoto que a humanidade continua obcecada em compreender.

O COLECIONADOR | Robert Taylor

Uma noite aparentemente tranquila, numa casa à beira mar, um homem e uma mulher conversam sobre suas diferenças… e sobre o mar. O cenário poético e o lirismo do conto me comoveram. O autor Robert Taylor nos mostra um olhar bem diferente sobre o gênero da ficção científica, é prova que nem sempre precisamos de foguetes ou monstros tentaculares para termos um vislumbre assustador do mar cósmico.

À SUA PRÓPRIA IMAGEM | Lloyd Biggle Jr. 

Um naufrágio espacial finalmente encontra um porto seguro para descansar e reabilitar seu corpo cansado. Ele chega a uma estação espacial de emergência, onde uma infinidade de robôs de serviço aguardam para prestar socorro a qualquer viajante perdido ou em dificuldade. Apesar do cenário futurista, o autor alerta sobre os inevitáveis conflitos do espírito humano, suas fraquezas e sua fé.

WINNIE, A VEGY | Rog Phillips. 

Outro exemplo típico da era de ouro da ficção científica. Um casal de namorados moradores de Vênus se vê em um dilema: receberam uma proposta de trabalho irrecusável para se mudarem para outro planeta, mas para prosseguir, devem deixar para trás uma importante companheira de infância. O autor criou uma mistura deliciosa entre gêneros, nos presenteando com uma pequena aventura muito divertida.

O PRIMEIRO POSTULADO | Gerald Jonas

Curiosamente temos mais uma história sobre um médico norte-americano da Organização Mundial da Saúde. Em um futuro próximo (que na verdade deve ser o final dos anos 80) uma equipe de médicos é enviada para investigar estranhas mortes que ocorreram em uma ilha isolada próxima à península de Iucatã, no México. Além do perigo biológico, os médicos terão que lidar também com o misticismo dos habitantes da região. O que mais me chamou atenção nesse conto é a técnica literária na forma de relato, um recurso clássico que vêm da proto-ficção científica.

Algumas das capas das Magazines de FC publicadas no Brasil

O NOCTÍVAGO | Larry Brody

Um homem um tanto misterioso, Frank Whalen, está de posse de um traje especial que lhe dá força e agilidades sobre-humanas. Seu corpo agora é uma arma perigosa que desperta o interesse da CIA. Mas o patriotismo de Whalen, ou melhor, “o Noctívago” pode leva-lo a um caminho perigoso e sem retorno, deixando-o frente a frente com uma obstinada superpotência estrangeira. O autor nos conduz em um thriller de ação vertiginoso numa mistura de James Bond e quadrinhos de super-heróis.

LUKAS, O LOBO – LUKAS, O HOMEM  | L. J. T. Biese

Mais uma mistura interessante de gêneros, mas que fica à margem da ficção científica. A jovem professora, e desempregada, Jane Geneth finalmente encontra um novo emprego: ser pagem de um enorme e misterioso cão, cujo dono, o Barão Lukas é também envolto em segredos. Uma história bem diferente do resto da antologia, não apenas por escapar dos elementos clássicos de ficção científica, mas também por mostrar a perspectiva de uma mulher, coisa rara nesse tipo de publicação. 

BABY | Dirceu Borges

Temos aqui um autor nacional em meio a esses famosos norte-americanos. E Dirceu Borges não faz feio. Na história, acompanhamos um fazendeiro simples do interior do Brasil que em um dia se depara com um bebê no meio de suas terras ermas. Uma linda criança que imediatamente desperta a compaixão e o amor do homem humilde e de sua família, que prontamente a adotam. Mas esse bebezinho esconde segredos e mistérios para além de nossa compreensão. Nas palavras do editorial do saudoso Jeronymo Monteiro: “O conto de autor brasileiro é de Dirceu Borges (autor do romance “O ídolo de Cedro”, considerado um marco da literatura brasileira). É uma honra para nós tê-lo em nossas páginas. “Baby” é uma peça literária e é FC, dentro das normas mais modernas.”

Sobre o E-book 

  • Este arquivo foi feito para a preservação da memória da ficção científica no Brasil e destina-se à pesquisa e aos fãs. Sua venda portanto é proibida. 
  • O texto foi digitado em sua integralidade, revisado e adaptado para o novo acordo ortográfico brasileiro. Foram incluídas também dezenas notas explicativas, para auxiliar a compreensão de alguns termos muito específicos e aumentar a imersão de leitura. 
  • A ilustração de capa foi mantida e restaurada. As propagandas internas da revista foram descartadas para manter o tamanho do arquivo o menor possível, de forma a facilitar sua circulação e otimizar a leitura em smartphones e tablets.

Magazine de Ficção Científica nº 2, maio de 1970. Histórias de John Brunner, Harry Harrison e do brasileiro Dirceu Borges, entre outros.

Baixe aqui a versão Epub

Baixe aqui a versão Mobi (kindle)

Padrão

5 comentários sobre “Revista Magazine de Ficção Científica nº 2

  1. Pingback: Dispositivos: Capturas na Rede de seis de fevereiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s